top of page

Torne sua vida mais PRODUTIVA, CRIATIVA E INTENCIONAL

Cada um possui o seu próprio jogo. Não julgue e nem compare.

A vida é um jogo e cada um possui o seu próprio e único jogo para jogar. Esteja ciente disso.


Você pode não entender as decisões e as opiniões dos outros, o que não significa que elas estão erradas. O que pode parecer absurdo para você, pode fazer todo o sentido para outra pessoa.


Você não enxerga mais de 90% do jogo alheio. Não julgue!


Cada pessoa luta contra seus próprios demônios, seus próprios medos. Cada pessoa foca em vencer suas próprias batalhas. E isso será invisível, você não sabe qual foi a história e nem o nível do jogo que cada pessoa está jogando.


Não julgue um casal que se separou, você não sabe como era o íntimo da relação.Não julgue os pais pelo comportamento de suas crianças, você não sabe as dificuldades do dia a dia. Não julgue os resultados de uma pessoas pela condição financeira dos pais, você não enxergar as barreiras que são diferentes da sua. Em resumo, não julgue.


Pré-julgar é algo instintivo. Uma forma de proteção. Por isso, não ache que será uma tarefa fácil.


Esteja sempre atento aos seus pensamentos e aprenda a distinguir quando o pensamento é baseado em fatos ou em julgamentos. Pense no que vai falar, seja intencional nos seus comentários.


Aprenda a ter empatia. Perceber que o jogo de cada pessoa não é tão simples quanto aparenta é o primeiro passo para a empatia.


Escute o que cada pessoa tem para te falar, sem julgamentos, e tente entender tudo na visão dela, não na sua.


Não compare o seu desempenho com o jogo de outra pessoa. Não se julgue usando outro jogo como referência.


Lembre-se que você não enxerga 90% do jogo alheio, você não tem condições de saber o nível de ninguém. É uma comparação equivocada.


Foque no seu jogo. Em evoluir a cada dia. Em se conhecer profundamente. Em estar tranquilo com as suas ações. Em construir uma vida plena. Em estar preparado para vencer os seus próprios demônios. Já será uma batalha bastante sofrida.


Não perca tempo se culpando ou julgando o seu desempenho. Encare o jogo e suba de nível, constantemente, no seu ritmo (não no dos outros).


Foque o seu tempo em decifrar o seu jogo, pois cada um possui seu próprio jogo.


Não julgue e nem compare.

 

Da série “Os 7 tweets que eu deixaria para os meus filhos”

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page