top of page

Torne sua vida mais PRODUTIVA, CRIATIVA E INTENCIONAL

Poker e investimentos: 5 lições para quem está começando a investir (part 1)

No início do Master Plan, o meu principal plano B era ganhar dinheiro com Poker. Passei cerca de 2 anos treinando e evoluindo no jogo, cheguei a fazer cerca de U$1.500 jogando torneios de U$1,5 e U$3, o que me garantiu, em 2017, o 14° lugar na tabela de jogadores mais lucrativos do mundo nessa categoria, segundo o site de estatística Sharkscope.
Poker e Investimentos: 5 lições para quem está começando a investir

Acabei desistindo da ideia porque percebi que o poker, apesar de ser bem mais divertido que um trabalho normal, não se enquadra na categoria de renda passiva.


Para ganhar mais dinheiro, você precisa dedicar mais horas no jogo. Cheguei a jogar mais de 15 telas ao mesmo tempo e mais de 700 torneios por mês. (Cuidando de um filho de 1 ano e trabalhando full time)


Chegou uma hora que precisaria decidir entre uma das coisas, porque o nível do jogo começou a exigir muito estudo e dedicação. Escolhi pela segurança do emprego na época (e não tem nenhum problema nisso, o importante é conseguir dormir tranquilo).


Porém, ter me dedicado ao poker me ajudou posteriormente no master plan, porque entender como o jogo funciona faz você ter uma visão bem mais racional e crítica sobre INVESTIMENTOS.


Por incrível que pareça, existem muitas semelhanças entre o POKER e os INVESTIMENTOS, inclusive citado por grandes nomes, como Howard Marks.


Como eu joguei muito MICRO STACK (torneio de entrada muito barato), conseguia identificar o jogador muito iniciante pelos erros que ele cometia e, curiosamente, quando iniciamos nos investimentos também cometemos erros muito parecidos.


Infelizmente, não cheguei no HIGH STACK, tanto no poker quanto nos investimentos rs. Mas prometo fazer um post se esse dia chegar.


Enquanto isso, compartilho o que aprendi para que você não precise jogar 10.000 torneios de poker antes de começar a investir.

 

5 Lições para investidores iniciantes:


1. Evite o efeito Moneymaker


Em 2003, Chris Moneymaker se tornou o herói de muitos jogadores recreativos, conseguindo o ingresso para o World Series of Poker (WSOP), o maior e mais importante torneio do esporte, em um satélite online de U$86 no Pokerstars.


Após alguns dias ele bateu os maiores jogadores do mundo e se tornou campeão, conseguindo o tão aclamado título do WSOP e U$2,5 milhões na conta.


Com isso, ele trouxe muitos jogadores para as plataformas online de poker e iniciou “O efeito Moneymaker”.


Essa é a narrativa que todos os jogadores iniciantes gostaria de ouvir: “Você pode conseguir sair do poker de final de semana com os amigos e virar milionário em apenas um torneio.”


Essa também é a narrativa que muitos investidores iniciantes compram quando entram na renda variável: “Você pode virar um milionário se acertar a ação bombástica!”


Não caia nessa!


Jogando poker todos os dias te mostra que o “verdadeiro” jogo não é esse. Para ser vitorioso no poker e nos investimentos, o mais importante é constância nos resultados ao longo do tempo e não uma única tacada de sorte.


Desculpe, mas você não vai ficar milionário em um final de semana.


E isso nos leva ao segundo erro.


2. Evite o efeito Maverick


Em 1994, entrava nos cinemas o filme Maverick, estrelado por Mel Gibson.


Um dos primeiros filmes a mostrar o poker como cenário de fundo e talvez um dos piores filmes sobre o tema (assista “A mesa do diabo”, que foi uma péssima tradução do título).


No filme de Gibson, (cuidado com Spoilers) o desfecho final é na mesa de poker. Onde o vilão mostra uma quadra, o outro personagem faz um straight flush e Maverick (personagem de Mel Gibson) faz um Royal Straight Flush sem olhar para as cartas.


Todo jogador quando começa no poker é meio Maverick, quer acertar a mão hollywoodiana, um royal straight flush e se existe a chance de fazer, ele enche o pulmão e grita “ALL IN”.


Com o tempo, você percebe que essa carta não vem.


Inclusive, uma forma de explorar os iniciantes é fazer eles pagarem para acertar, mesmo que você tenha um par na mão.


O investidor iniciante também tem o espírito Maverick, quer dar ALL IN em uma ação que é “quente”, acha que vai acertar o fundo daquela ação que só cai.


Mas como o tempo te ensina no jogo, existe uma regra mais importante do que ganhar muito: não sair do jogo.


Ou como disse o bom velhinho de Omaha, Warren Buffett:

“Regra nº 1: nunca perca dinheiro. Regra nº 2: não se esqueça da regra nº 1”

3. Conheça o seu próprio jogo


Quando você começa a jogar o poker online, você tem muitas opções de jogos.


Primeiro, porque você pode jogar vários simultaneamente. Então você tenta de tudo, Cash game, torneios longos, torneios turbo, Sit and Go, Spin and Go. O que vier, você tenta.


E isso é péssimo, porque você não aprende nada.


Com o tempo, você percebe que cada jogo é muito diferente do outro. Algumas pequenas variações no incentivo (premiação), podem mudar completamente a forma de jogar.


Jogar sem ants (vulgo pingo) é totalmente diferente de jogar com. Jogar o mesmo torneio em outro Buy-in (valor de entrada) necessita de uma nova curva de aprendizagem.


Em resumo, foque em 1 jogo por vez, até dominar o jogo. Só então tente algo diferente.


Nos investimentos, também acontece isso. Na ânsia de ganhar dinheiro rápido, você tenta de tudo, quer ler sobre tudo. Buy and hold, análise técnica, value investing, crypto ativos, opções ,tudo. No final, você não tem uma estratégia para nada.


Cuidado, os incentivos são diferentes.


Não existe uma forma de investir ideal, mas querer usar todas ao mesmo tempo, com certeza, é a não ideal.


4. Falar de longo prazo é fácil


O papel da sorte no poker e nos investimentos depende muito do seu timeframe, o tempo de análise que você está olhando.


Em uma única mão, a chance de você perder com AA para um 22 é de aproximadamente 18%. Se você jogar uma vez e perder, vai ficar puto, mas acontece. Se a chance existir, ela pode acontecer.


Em um intervalo maior, um torneio. Essa mão pode sair várias vezes e, na maioria, você vai ganhar. Jogando 700 torneios no mês, você vai começar a entender que essa disputa no longo prazo é lucrativa.


Essa é a vantagem do poker. É possível jogar essa mão mais de 1000 vezes para você ter essa percepção de probabilidade, sorte e azar.


No mundo dos investimentos, essa percepção é muito difícil de se ter. O que é curto prazo, o que é longo prazo? Depois de 10 anos, você vai ver que valeu a pena.


Mas nós como humanos não conseguimos nos enxergar daqui a 10 anos (e quem consegue provavelmente vai errar).


É extremamente difícil entender o que o longo prazo significa para os investimentos, por isso a maioria dos investidores não consegue se manter no plano de longo prazo.


Por isso, jogar poker insanamente te treina para ligar menos para as flutuações de curto prazo (mas, sim, eu ainda me deixo influenciar), só que hoje consigo levar mais na esportiva, não ligo para a chamada “bad beat” (jogada de azar).


5. A mesa não deve nada para você


Um péssimo hábito de jogadores iniciantes é sempre tentar achar um culpado pelo resultado da mesa. O outro jogador fez uma jogada estúpida, o dealer está contra, o baralho está zicado, a sorte é minha inimiga, o jogo online é roubado, os deuses do poker não querem me ajudar.


No final, nada dessa reclamação ajuda nos seus resultados. Se você está jogando bem ou mal, a mesa não está nem aí para você. Se você perdeu dinheiro, o problema é seu. A mesa não te deve nada. Ela não precisa te devolver nem uma ficha.


O mesmo acontece com os investidores iniciantes. Vários culpados, o mercado que é manipulado, o dedo podre do amigo que indicou a ação, a pandemia que veio bem na hora que você estava fazendo algum dinheiro, o escândalo na empresa que você tinha maior locação.


Uma dica: O mundo não está nem aí para você. Por mais doloroso que possa ser para você, é a verdade, o mundo não gira ao seu redor. Assuma a responsabilidade pelos seus atos, estude e pare de culpar os outros.


Perdeu dinheiro? Analise o que fez de errado, se estava investindo mais do que deveria, com o risco que deveria. E siga para a próxima.

 

Evite esses 5 grandes erros e não seja o pato nos investimentos. Como diz a máxima do poker:

"Se você não sabe quem é o pato da mesa, é porque o pato é você."

Gostou? Deixei o seu curtir e compartillhe o link com seus amigos.


Obs.: Caso tenha audiência (mais de 50 views), escreverei a parte 2 com o restante das lições do poker para investimentos.

61 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page