top of page

Torne sua vida mais PRODUTIVA, CRIATIVA E INTENCIONAL

  • Foto do escritorgelsontk

Livro - Lifelong Kindergarten (Mitchel Resnick)

Educação sempre foi um tema que me interessou, pois acho que existem falhas no modelo atual de ensino, como não levar em conta as diferenças no modo de aprendizagem das crianças. Agora com filho então essa preocupação aumentou, pois acredito que posso fazer melhor do que só esperar do sistema de educação. Mas a pergunta é COMO?


Mitchel Resnick, diretor do MIT Midia Lab e professor de Learning Research do LEGO, criou uma plataforma chamada SCRATCH, onde as crianças aprendem de forma lúdica a programar e criar mídias de forma colaborativa. Com isso também criou um centro de ensino colaborativo para crianças, o Computer Clubhouse. No livro, ele explica o conceito desses centros e como foi construído pensando em como melhorar o aprendizado das crianças através de 4 princípios (4 P´s) que incentivam a criatividade: Projetos, Paixão, Pares e Play (jogos).


Com depoimentos das crianças e exemplos dos projetos do Scratch, em alguns momentos parece um pouco marketing da plataforma, mas podemos tirar alguns insights interessantes.


Uma analogia muito boa que o autor faz é que o modelo de ensino deve ser como uma casa de piso baixo, pé direito alto e paredes largas.


Primeiro, deve ter uma base mínima para a criança se desenvolver, que deve ser baixa para não impor “como” ela deve fazer, precisamos incentivá-las a questionar o mundo, a tentar, errar e refletir sobre o ocorrido. Faça perguntas que incentivem um pensamento crítico e a curiosidade sobre as coisas.


Tenha o pé direito alto. Não subestime o potencial dos pequenos. Eu mesmo me surpreendo com meu filho. Um case muito interessante foi o experimento na Índia chamado “Hole in the wall” (buraco na parede), onde o pesquisador colocou um computador na parede, sem nenhum instrutor ou manual e observou se as crianças seriam capazes de aprender apenas mexendo e compartilhando informações com seus pares. O resultado foi muito melhor que a expectativa. Por isso, não coloque limites nos projetos, deixe eles viajarem e aprenderem por elas mesmas um modo próprio de aprender.


Tenha paredes largas. Crie um leque de opções para as crianças trabalharem. Pessoas são diferentes! Cada um tem um tipo de interesse, por isso o método atual, que todos devem se adequar ao modelo é ruim. No centro educativo, quem escolhe o projeto são as crianças, desde um vídeo, uma obra de arte, um robô. O importante é dar subsídio para a criança escolher, nesse ponto o papel do instrutor/pais é expor a criança a várias opções, indicar um caminho que possa ser seguido, ajudando a dar a partida inicial.


Esse papel do adulto é um desafio. Como dar liberdade para criar, conseguir direcionar e ensinar as coisas fundamentais nesse processo, sem ser impositivo?


Refletindo sobre os ensinamentos do livro, pensei em uma curva de intervenção de aprendizado (Isso não está no livro). A criança precisa daquele empurrão no começo, depois ela precisa de espaço para pensar como desenvolver algo e incorporar nos seus próprios problemas. A partir daí o ideal é deixar ela quebrar a cabeça e, principalmente, compartilhar com seus pares as ideias.


Conforme o livro “De onde as ideais aparecem”, a ideia começa com um palpite e se desenvolve conforme você conversa com outras pessoas e pega feedbacks. Mas entre elas, existirá um momento de barreira onde um expert precisa atuar, alguém que consiga explicar os fatos. Aí é quando o adulto precisa intervir e alavancar a curva para mais um ciclo de tentativas e erros. E assim por diante.


Por isso, é importante tentar entender em que estágio de aprendizagem seu filho está para conseguir o melhor do ensino. Tudo isso deve estar em projetos que captem a atenção e o interesse dos pequenos.


Mas também vale uma reflexão se não deveria ser assim também no nosso trabalho: projetos interessantes, que envolvam paixão, colaboração e diversão. Será que depois de descobrir como funciona bem o jardim de infância, não deveríamos prolongar seus conceitos para a vida toda?



 

Se você gostou do livro e pensa em comprar, não esqueça de comprar através do link do site (sem valor adicional no preço): https://amzn.to/2XRzdN9


Compartilhe conhecimento e indique a página para os seus amigos. Toda segunda e quinta um novo post.

39 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page