top of page

Torne sua vida mais PRODUTIVA, CRIATIVA E INTENCIONAL

Pulando do barco: seu emprego, um cachorro e como não perder dinheiro

Umas das formas mais comuns e fáceis de perder dinheiro nos investimentos é chamada “Sunk Cost” (ou custo irrecuperável ou custo afundado). É também um dos grandes desafios como investidor.



O Sunk Cost é um viés comportamental presente em todo o ser humano. Basicamente, é a nossa tendência de continuar em um investimento não porque ele pode ser o mais rentável no futuro, mas porque já perdemos muito dinheiro ou muito tempo com ele.


Temos sempre a sensação de que se uma ação caiu demais, ela tende a subir a partir de agora e ficamos com a ação.


A tendência é tão forte que vendermos uma ação que está subindo (e já deu um certo lucro) e ficarmos com a ação que nos deu prejuízo. Sem perceber que a ação que está subindo pode subir mais (por diversos fatores) e a ação perdedora pode continuar caindo.


Pior ainda, compramos mais da ação perdedora para fazer o chamado preço médio.


Mas como disse o investidor David Einhorn:

“Como você chama uma ação que caiu 90%? Uma ação que perdeu 80% e depois foi cortada pela metade.”

Cuidado! Saber quando cortar as perdas é fundamental. Mas como eu disse, é uma das tarefas mais difíceis para o investidor.

 

Esse viés é muito mais fácil de se enxergar nos investimentos, pois os resultados e as consequências ficam piscando na tela e no saldo financeiro também.


Mas tendemos a fazer a mesma coisa com projetos do trabalho, ideias de negócios e até relacionamentos.


Nos agarramos porque já gastamos muito tempo, dinheiro ou energia, mesmo sabendo que no futuro não estamos fazendo o melhor "investimento".


Como na tirinha “B.E. for dogs” de Matt Trower, Catherine J. Berman, Jamie Foehl:


O cachorro pensa “Eu acho que deixei meu osso aqui”.

O outro cachorrinho então comenta: “Eu não acho que o osso está aí embaixo”

Então o cachorro responde “Eu já estou tão fundo, não posso parar agora!”.

 

E como fazemos para não cair nessa armadilha?


1°) AWARENESS! Tenha consciência de que está tomando decisões com viés.


Questione-se sempre. Os fundamentos mudaram? O ambiente mudou? Algo que tenha feito o investimento deixar de valer a pena?


2°) Pense no cenário futuro. Você se vê no seu emprego, em um cargo mais alto, feliz (isso é importante) daqui a 5 ou 10 anos? O seu emprego tende a existir daqui 5 anos? Se não, qual o sentido de continuar? Comece a procurar outro.


3°) Aprenda a desistir. Crie mecanismos que facilitem a sua decisão, pois ela não é natural. Nos investimentos, trabalhe com um máximo de perda aceitável, crie uma estratégia para tirar o sentimento do jogo.


4°) No livro “The Dip” de Seth Godin, ele fala que com o tempo, desistindo de projetos e ideias fracassadas, você começará a escolher melhor os projetos que irá começar e mais importante, focará energia nos projetos vencedores.

“Vencedores desistem o tempo todo. Eles somente desistem das coisas certas na hora certa.” Seth Godin

Questione-se!


Você está no emprego atual por comodidade?


Você está no projeto atual só porque já investiu muito tempo?


Você está na mesma ação porque já perdeu muito dinheiro?


O destino de um barco furado é um só: Afundar!

 

Livros para os questionadores


Ler mais livros é compartilhar conhecimento.


Se você curtiu, compartilhe a página com os seus amigos e siga-nos nas redes sociais (Instagram e YouTube)

34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page