top of page

Torne sua vida mais PRODUTIVA, CRIATIVA E INTENCIONAL

  • Foto do escritorgelsontk

A tal da renda passiva: 5 ideias para você começar

“Ganhe dinheiro com a sua mente e não com o seu tempo.” - Naval Ravikant


O plano B pode ser qualquer coisa. Você pode ter um pequeno novo negócio ou pode virar jogador profissional de bocha. Mas o plano mestre tem um foco específico para o plano B, a tal da renda passiva.

Os modelos “comuns” de trabalho funcionam basicamente num sistema de trocas. Você vende a sua força de trabalho (e o seu tempo) em troca de um salário. Para ganhar mais, você tem duas variáveis para trabalhar:


1) o preço por hora que você cobra.

2) a quantidade de tempo que você trabalha.


Como a primeira opção não é tão fácil de negociar, a tendência é que você maximize as horas trabalhadas. Como consequência, você não tem tempo disponível fora do trabalho.


E um grande empecilho é que, infelizmente, todos nós temos um limite de horas por dia.


Trabalhar com renda passiva é focar em outro sistema de remuneração.A ideia principal é ter ativos geradores de renda. Algo que consiga gerar renda ao longo de um intervalo de tempo.


O exemplo mais clássico é investir em um imóvel para alugar. Você compra um ativo gerador de renda e recebe o valor do aluguel ao longo do tempo.


Mas a internet trouxe muito mais oportunidades de renda passiva.


Diferente do modelo normal, onde a cada hora trabalhada você recebe um valor fixo, na renda passiva você concentra o trabalho em um intervalo de tempo criando algo produto ou serviço sem muitas vezes receber nada por isso, mas assim que você entregar valor para o seu público, a renda começa a entrar. Muitas vezes com valores baixos, mas que não possui um limite de tempo, pode gerar renda “eternamente”.


A grande sacada não é acertar uma ideia do R$1M, mas sim ter um milhão de ideias de R$1. Claro que isso é o extremo, mas é para escancarar a ideia.


O foco é criar várias mini fontes de renda. Diversificação. Antifrágil.


No papel é bonito, na prática não é tanto. A renda passiva não é sinônimo de dinheiro fácil, pelo contrário. O trabalho inicial, como falarei, muitas vezes é muito maior do que trabalhar 8 por 5, sem os salários e os benefícios. Por isso, o foco é no longo prazo.


Se você quer algo fácil, sugiro não embarcar nessa. Como disse Charles Munger, um dos maiores investidores de todos os tempos: “Não é para ser fácil. Qualquer um que acha que é fácil é estúpido.”


Se fosse fácil, estaria todo mundo vivendo de renda passiva.


Dito tudo isso, vamos para algumas ideias que podem te ajudar a começar o plano B:


1) Publicar um livro - O primeiro exemplo não poderia ser outro. Publicar um livro se tornou algo muito simples. Escrevi um livro e publiquei em 30 dias (veja o post sobre). Queria testar essa forma de renda passiva e me surpreendi. Primeiro, pela facilidade do processo. Segundo, pelo alcance que teve.


Achei que venderia para minha mãe e mais umas 5 pessoas. Mas no final o livro gerou mais de R$500 no ano. Como falei, não é muita coisa, mas foi uma renda tirada do “nada”, zero investimento financeiro, apenas o meu tempo. E agora que ele está publicado, estará eternamente gerando renda, toda vez que alguém comprar, sem precisar que eu tenha algum esforço. RENDA PASSIVA.


Dificuldades: Escrever um livro não é algo tão simples, eu tinha material do blog que fui acumulando ao longo do tempo. Mesmo assim, precisa de uma dedicação e disciplina para terminar o livro. Necessário também fazer o marketing do livro. Ele por si só na plataforma da Amazon não vendeu muito (ainda).


2) Programa de afiliados - Você pode se tornar membro de um programa de afiliados e vender produtos através do seu site ou rede social. Eu sou afiliado da Amazon. Toda vez que alguém compra um livro ou qualquer coisa pelos links que eu disponibilizo, eu recebo um percentual da compra.


Dificuldades: Os programas de cashback meio que quebraram esse mercado. Os produtos precisam ser focados no seu nicho, não ter um link de venda de livros para um blog sobre cervejas, por exemplo (esse nicho é bem restrito rs).


3) Vídeos no YouTube - No começo do blog, comecei a criar vídeos também (conheça o canal). Das formas de renda passiva, essa eu achei a mais difícil de monetizar (por isso parei, talvez volte mais tarde). Isso porque para começar a gerar renda é necessário o mínimo de assinantes (1.000) e uma quantidade mínima de views dos vídeos (10 mil). Mas como falei é longo prazo. Se você não começar hoje, não vai alcançar os assinantes e os views daqui a algum tempo.


Dificuldades: Necessário estudar edição de vídeo, SEO para aparecer nas primeiras posições e edição de imagem para os thumbnails. Também é preciso de muita disciplina para se manter constante na publicação de conteúdo. E o fato de ser introvertido também é uma barreira forte para fazer vídeos bons, afinal quem está no youtube quer ver pessoas falando.


4) Print on demand - Outro mercado que está sendo revolucionado é o de moda. Existem sites onde você envia o design da sua camiseta (e outros produtos) e o site vende e faz toda a logística. A cada venda você recebe um percentual. O seu trabalho é fazer um desenho que alguém queira comprar.


Comecei faz 2 meses e já consegui um dinheirinho (veja o site). A vantagem é que como o site é global, já tive compras nos EUA, Inglaterra, Suíça, Grécia e Alemanha. Com a nossa moeda desvalorizada já é uma rendinha bacana entrando.


Dificuldades: precisa aprender a usar programa de edição de imagem e achar alguns nichos que estejam dispostos a comprar camisetas ou posters. Como a barreira de entrada é zero, a concorrência é pesada. Pode levar alguns meses até conseguir alguma venda.


5) Investimentos em renda variável - Hoje a minha principal fonte de renda passiva, investir é a forma mais fácil de começar a monetizar. Você pode começar com uma cota de um fundo imobiliário e mês que vem está recebendo renda passiva. Investir de forma inteligente é um dos primeiros passos do plano mestre.


Dificuldades: Como disse Munger, não é fácil. Diferente das outras formas de renda passiva, aqui você precisa colocar o seu dinheiro na reta e isso quer dizer que você pode perdê-lo também. É preciso muito estudo, muito controle psicológico e pouca ganância.


Essas são as 5 formas de renda passiva que eu já testei e posso compartilhar. Se você tem interesse em saber mais de alguma delas especificamente, deixe nos comentários ou me mande um email.


Existem muitas mais formas de renda passiva como podcast, curso online, criar um app.


As formas são diversas, mas todas elas levam tempo e necessitam de estudos.


Não existe dinheiro fácil, mas sim existe dinheiro que pode trabalhar para você, basta você começar a pensar em como ganhar dinheiro com a sua mente e não vendendo o seu tempo.


110 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page