top of page

Torne sua vida mais PRODUTIVA, CRIATIVA E INTENCIONAL

  • Foto do escritorgelsontk

O que aprendi escrevendo um livro em 30 dias

Atualizado: 19 de dez. de 2020

Há um mês me desafiei a escrever um livro em 30 dias. As primeiras reações foram “Sério? Dá tempo?”, “Como você vai fazer isso?”, “Você sabe como publicar um livro?”, “Sobre o que você vai escrever?”. E a resposta para todas elas era a mesma: NÃO SEI! Mas resolvi escrever um livro pelo desafio de escrever um livro.


Questionadores Livro em 30 dias

Desafiar se por 30 dias é um bom exercício para qualquer coisa que você queira aprender e tirei algumas lições de todo esse processo:


1. Elimine as B.O.S.T.A. (Barreiras Ocultas Sedimentadas Te Atrapalhando)


Seria muito mais fácil eu falar que não sei escrever. Seria muito mais cômodo falar que não nasci para isso. Seria muito normal eu deixar para quem sabe escrever.


Mas a partir do momento que eu decidi que iria me desafiar, tudo isso ficou para trás. Agora eu PRECISO escrever, então é bom eu aprender a fazer isso aí. Acabei lendo 3 livros fantásticos sobre o assunto.


Se achar que não vai dar, realmente o livro nunca vai sair.

“Você pode achar que vai conseguir ou que não vai conseguir, de qualquer forma você estará certo.” - Henry Ford

2. Pare de planejar e olhe para a Lua


O problema de quem começa a escrever é planejar. Pensar em todos os detalhes é realmente desafiador. Por isso, o desafio de 30 dias é bom.


Em 30 dias dá para fazer, mas não tem muito tempo para planejar. Ou você faz uma coisa ou outra. E isso é excelente.


Somos seres “pensantes”, gostamos mais de planejar do que fazer. Com o desafio você elimina o “planejador” ou não vai cumprir a missão. Um livro pode levar meses, anos, mas o desafio é de apenas 1 mês.


3. O feito é melhor do que o perfeito


Um mês depois, o livro está publicado na Amazon! BOOM!


É o melhor livro que você vai ler? Talvez não (mas não apostaria contra). É o melhor livro que eu poderia escrever? Com certeza não. Foi revisado exaustivamente? Com certeza não. Poderia reescrever para melhorar a narrativa? Com certeza.


O livro está longe de ser perfeito, mas está lá na sua primeira edição.


4. Inspiração é para amadores


Para escrever tudo em 1 mês, não dá para ficar esperando a inspiração chegar. Inspiração é para amadores. Se quiser entregar, precisa sentar a bunda todos os dias e escrever. Muita coisa será lixo, muita coisa será boa e, na média, terá um livro bom.


Com 30 dias, não tem desculpa. Sábado, domingo, feriado, com filho chorando, em casa, no parque, no banho, cozinhando. Ou você está pensando no livro ou está escrevendo.


5. Você não precisa agradar a todos


O poder libertador de não agradar a todos fica mais nítido no curto intervalo de tempo. Agradar a todos precisa ser planejado, agradar a todos precisa de opiniões diferentes, agradar a todos é um pé no saco. Mas você não precisa agradar a todos.


Você precisa ajudar um seleto grupo, aqueles que estão dispostos a mudar.


Para todo o resto, infelizmente, o livro não é para você. Como diria Vito Corleone “Isso não é pessoal, são só negócios!”

“Nosso desejo de agradar as massas interfere na nossa necessidade de fazer algo que importa” Seth Godin

Em resumo, DESAFIE-SE! Crie metas que irão te tirar da zona de conforto. Aprenda algo que nunca fez na vida. Melhore a saúde, bote seu cérebro para funcionar. E o mais importante, FAÇA! Pare de ficar só pensando, o mundo já possuiu muitos pensadores. JUST DO IT!


Faça o desafio só pelo desafio!


Dito tudo isso, espero que aproveite o livro.


Se você tem acompanhado o blog, O LIVRO É PARA VOCÊ!


Espero ajudar esse seleto grupo que chamo de questionadores. Pessoas que estão abertas à mudança e dispostas a agir para sair da vida cansada.


Questionadores Desafio pelo desafio
 

Sobre o livro

Clique na imagem para comprar na Amazon

Vivemos nessa vida cansada. Fazendo coisas que não gostamos com pessoas que não suportamos. Seguimos um roteiro padrão do jogo da vida: escola, faculdade, trabalho e aposentadoria. Os anos passam e continuamos fazendo as mesmas coisas.

Até o dia que percebemos que não faz sentido continuar nesse ritmo. Até o dia que falamos: “Cansei! O que eu preciso fazer para mudar e sair dessa vida cansada?”. Porém, não temos a menor ideia de como sair desse ciclo. Não temos nenhuma referência real de como escapar e não sabemos se realmente temos a coragem para mudar. Ao longo de 3 anos, transformei totalmente a minha vida. Passei a ter hábitos saudáveis, como ler 50 livros por ano. Comecei a escrever um blog. Pedi demissão do emprego que estava há 13 anos. Tirei um ano sabático com a minha família. Estive presente numa fase crucial do desenvolvimento do meu filho de 3 anos e na gravidez do meu segundo filho. E escrevi esse livro.


Com esse livro, não quero trazer a minha história, mas sim algumas verdades sobre esse processo de mudança. Verdades doloridas que precisam ser ditas e que poucas pessoas falam. Verdades como “Pare de se esconder atrás das desculpas”, “Não existe mudança sem esforço”, “Propósito não paga as suas contas”, “Você não sabe priorizar” e “O mundo não te deve nada”. Verdades que irão te ajudar a sair dessa vida cansada e mudar a sua vida para melhor.

 

Post Relacionados

 

Livros para os questionadores


Ler mais livros é compartilhar conhecimento.Se você curtiu, compartilhe a página com os seus amigos e siga-nos nas redes sociais (Instagram e YouTube)


227 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Komentar


bottom of page