top of page

Torne sua vida mais PRODUTIVA, CRIATIVA E INTENCIONAL

  • Foto do escritorgelsontk

Liberdade financeira: o grande truque

Um dos segredos da mágica de rua é conseguir desviar o foco e a atenção do público. Para descobrir o truque, o primeiro passo é saber que você provavelmente está olhando para o lugar errado. A mágica acontece onde você geralmente não vê. A mesma coisa acontece com a Liberdade Financeira.

Na cultura consumista em que vivemos, estamos condicionados a pensar sempre em mais. Queremos sempre mais, o último iPhone, uma casa maior, um carro melhor, uma viagem mais cara, uma foto mais perigosa. Não à toa, pensamos que riqueza está atrelada a ganhar MAIS.


Mas a mágica da liberdade financeira não está aí. Você está olhando para o lugar errado.

“Acumular uma fortuna tem pouco a ver com os seus rendimentos ou com o retorno dos seus investimentos, e muito a ver com o quanto você economiza.” Morgan Housel (A Psicologia FInanceira)

O truque está no controle de quanto você gasta e não em quanto você ganha ou possui de bens.


Você pode ganhar muito bem, mas se gastar acima do que ganha, não vai construir fortuna e nem obter a liberdade financeira.


Da mesma forma ter bens caros, não te torna rico se eles aumentam os seus custos fixos e não geram nenhum tipo de receita. O livro do Pai Rico, Pai Pobre aborda muito bem esse tema.


Por isso, antes de pensar em ganhar mais e investir bem, você PRECISA controlar os seus gastos de forma inteligente. É aí que você começa a ver a mágica acontecer.

“Meu avô costumava dizer ao meu pai: “Filho, o negócio não é o dinheiro que você faz, é o dinheiro que você guarda”.” - Austin Kleon (Roube como um artista)

Não estou falando que você não precisa comprar coisas melhores, todos nós queremos mais conforto na vida. Mas os grandes investimentos da vida precisam ser bem pensados, principalmente, na linha do tempo da sua vida.


Quanto mais cedo você impactar a sua reserva financeira, mais longe você estará da sua liberdade. Quanto mais você postergar os grandes gastos, melhor.


E, de novo, tudo cai em valores (e cada um tem os seus, mesmo que você não tenha refletido a respeito).


Se você prioriza segurança e conforto, não há mal em gastar (desde que não fique sonhando com liberdade).


Se você prioriza liberdade, você precisa começar a fazer contas e aprender a controlar os gastos.


Livros como “Your money or your life”, de Vicki Robin, ensinam como diminuir o seu custo de vida, eliminando aquilo que não é essencial, pensando na sua aposentadoria antecipada.


O ano sabático também foi uma experiência que nos mostrou que talvez não precisamos de tanto, principalmente de bens materiais, o que antigamente era uma conta relativamente alta.


Também não estou falando para você ser um mão de vaca, apenas eliminar o desnecessário e planejar as suas finanças.


E, claro, o quanto você ganha importa sim até certo ponto. Mas o ponto é o que você precisa para suprir as suas necessidades básicas, comida, moradia, segurança, entre outras coisas.

“A partir de um determinado nível de rendimentos, tudo que você precisa fazer é não alimentar o seu ego.” Morgan Housel

Por mais chato que pareça, o primeiro passo para a liberdade financeira não é aprender a investir como os grandes invetidores, também não é pular de emprego para ganhar mais.


O grande truque é aprender a viver com menos em vez de mais (até alcançar a liberdade).

 

Livros para os questionadores


Ler mais livros é compartilhar conhecimento.


Se você curtiu, compartilhe a página com os seus amigos e siga-nos nas redes sociais (Instagram e YouTube)

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page