top of page

Torne sua vida mais PRODUTIVA, CRIATIVA E INTENCIONAL

Repensando a sua saúde: Perdendo peso sem cortar a comida

Quando falamos de perder peso, pensamos logo nas mais variadas dietas e nos exercícios que precisamos fazer. Mas repensar um problema é atacá-lo de outra forma, com outras perguntas. Foi o que fizeram dois pesquisadores que irei mostrar a seguir.


Ler Mais Livros Repesando a saúde

A sua saúde não depende apenas do que você come e do quanto você come. O corpo humano é extremamente complexo e surpreendente. E a medicina só agora está começando a repensar a nossa saúde.


O primeiro pesquisador é Satchin Panda Ph.D. No seu livro “Circadian Code: Lose Weight, Supercharge Your Energy, and Transform Your Health from Morning to Midnight” (link do resumo), ele descreve um experimento com ratos onde dois ratos geneticamente iguais tiveram a mesma dieta rica em gordura e açucares, ingerindo a mesma quantidade de calorias. A única diferença foi que um deles comia em um intervalo de horas de 16 horas (pequenas refeições espaçadas ao longo do dia) e outro comia em um intervalo de 8h. Resultado após algumas semanas: o rato que comeu ao longo do dia ficou obeso, quase diabético e com níveis perigosos de colesterol e o rato que comeu no intervalo de 8h, praticamente não apresentou sinais de doenças.


Ler Mais Livros Porque a dieta não funciona

A mágica é explicada pelo fato do nosso corpo ter um relógio biológico, o código circadiano, que não funciona 24/7 como pensamos. Comer entre uma janela de 15h ou mais no dia, faz com que o corpo trabalhe sem parar o dia inteiro e adivinha o que acontece se ele não tem descanso? Colapsa! Ele não consegue parar para repor as células e enzimas necessárias para digestão e nem para suportar o crescimento das bactérias intestinais.


O que nos leva à segunda pesquisadora, Alanna Collen Ph.D. No seu livro “10% Humano: Como Os Micro-organismos São A Chave Para A Saúde Do Corpo E Da Mente”, ela descreve outro experimento com ratos. Dessa vez, com dois ratos geneticamente idênticos e criados sem contato com bactérias. Então os pesquisadores retiraram as bactérias intestinais de gêmeas, uma magra e outra obesa e colocaram nos intestinos dos ratos.


Resultado, o rato com bactérias da irmã magra continuou magro e o rato com as bactérias da irmã obesa, ficou obeso. A conclusão é que quem nasceu para ser magro, fica magro? Não.


Descobriu-se que as bactérias tem grande influência em dois fatores críticos, elas são responsáveis por avisar o cérebro que você está satisfeito e elas também impactam na quantidade de calorias que você extrai da alimentação e como elas são armazenadas. As células de gordura são diferentes dependendo das bactérias. Ou seja, a comida tem sim influência no seu peso, mas se você estiver com flora intestinal ruim, o efeito de uma dieta pode não ter muito efeito.


Ler Mais Livros Bactérias influenciam o peso

Os estudos sobre a influência das bactérias no nosso corpo ainda são recentes e muitas coisas ainda não possuem comprovações científicas, mas é uma nova e promissora abordagem. Tenho me interessado bastante a respeito e devo postar mais coisa no futuro.


Esses dois livros me abriram a cabeça sobre como encaramos a nossa saúde e quebraram algumas verdades que ouvimos por aí sem nos questionarmos. Verdades como “Você deve comer pouco, em intervalos menores”, “O café da manhã é a refeição mais importante do dia”, “Você está gordinho, porque come mal”. Não estou falando que são totalmente erradas, estou falando é bom você se questionar e procurar ler a respeito!


Claro que uma alimentação balanceada e exercícios melhoram a nossa saúde, mas para melhorarmos de fato devemos olhar para outros fatores, pois podemos perder peso sem cortar a nossa comida.

Ler Mais Livros Questione sua saúde

 

Livros Mais Livros para Questionadores:











 

Vídeos para saber mais:


Circadian Code:

TED Satchin Panda:

TED Alanna Collen:


Posts recentes

Ver tudo
bottom of page