top of page

Torne sua vida mais PRODUTIVA, CRIATIVA E INTENCIONAL

5 dicas para ser mais criativo

Uma das habilidades mais importantes para desenvolvermos é a criatividade. Independente do que você faça, ser criativo irá te ajudar, desde pensar em uma solução para um problema, a pensar em como vender a sua ideia, vulgo fazer um ppt, até a produzir algo novo, seja um produto, uma empresa ou uma música.


Melhorar o cérebro Criatividade

Mas ser criativo não é algo que nos ensinam nas escolas. Se você se considera criativo é porque de alguma forma procurou por conta própria, seguindo alguma paixão ou por curiosidade. E se você não se considera criativo é porque o sistema te ensinou assim, “Você não nasceu para esse tipo de coisa”, “Criatividade é só para artista”, “Eu sou de exatas, então só uso o lado racional do cérebro”, entres outras besteiras.


A boa notícia é que cada vez mais as pessoas estão descobrindo que criatividade é TREINO! É prática. É trabalho, meu filho! Como falei no post anterior, cérebro funciona como músculo! Use it or lose it!


Para ajudar a desenvolver essa habilidade, separei 6 dicas úteis de 6 livros diferentes (recomendo que leia todos):


1) Esqueça o que te falaram. Todo mundo é criativo.

A primeira barreira que você precisa tirar da cabeça é que criatividade é um dom. Essa é uma das maiores besteiras que já te falaram. Tom Kelley e David Kelley, fundadores da empresa IDEO (responsável pela disseminação do Design Thinking pelo mundo) falam no livro “Confiança criativa” como a prática e os instrumentos certos podem despertar o lado criativo de qualquer pessoa. (vídeo do TED no final)

“Não deixem as pessoas dividirem o mundo entre criativos e não-criativos, como se fossem um dom de Deus” - David Kelley

2) Esqueça o que te falaram (2). Não existe um momento eureca.

Criatividade não tem nada a ver com momento de epifania, aquele momento Ahá! Newton descobrindo a gravidade vendo uma maça cair, John Nash tendo o insight sobre teoria dos jogos vendo os números se mexendo na janela. Toda descoberta, toda nova solução é um processo gradual, iterativo e, desculpem os românticos, sem muita emoção! Como mostra no excelente livro “De primatas a astronautas” de Leonard Mlodinow, Newton demorou 18 meses para consolidar o conceito de gravidade. Darwin levou anos para publicar a sua teoria da evolução.

“Genialidade é 1% talento e 99% de trabalho duro” - Albert Einstein

Você precisa começar com uma pequena ideia e ir desenvolvendo aos poucos até que a solução final se concretize, você precisa trabalhar em cima dela.


3) Conecte-se com outras pessoas

A melhor forma de evoluir a sua ideia é compartilhando e discutindo com outras pessoas. Como mostra Steven Johnson no livro “De onde vêm as boas ideias”, os grandes booms criativos acontecem quando pessoas e ideias ficaram em contato uma com as outras. Por isso, não acredite que o home office será eterno. Pessoas precisam ficar JUNTAS.

Foi assim na Grécia Antiga de Platão e Aristóteles, na Itália de Da Vinci e Michelangelo, na Espanha de Picasso e Dali, na Inglaterra de Newton e Darwin, na Alemanha de Eisntein e Heinseberg, no atual Vale do Silício. Pessoas criativas não nascem no mesmo lugar por coincidência do destino, elas são produtos da conexão. Portanto, cerque-se de pessoas que discutam ideias (e fuja de quem só fala de problemas e outras pessoas).

"A sorte favorece a mente conectada" - Steven Johnson

4) Aprenda a fugir do senso comum

Jay Samit, conta a sua história no livro “Seja Disruptivo” e mostra como ganhou muito dinheiro aprendendo a observar tendências e fugindo do senso comum. Na época do boom dos PCs todo mundo queria aprender a fazer um site, aprender HTML, usar o Frontpage (quem nunca rs). Mas para fazer um site você precisa de imagens. Vendo a oportunidade, Jay comprou um banco de imagens e vendeu o CD para a IBM. Cada CD custava cerca de $5 para ser feito e era vendido junto com os PCs por $15. Faça a conta de quantos PCs a IBM vendeu e quanto ficou para Jay.

Outra história que ilustra isso também dessa época é como várias empresas também entraram no mercado de produção de computadores. Mas quem se deu muito bem foi o cara que criou a capinha de computador. Se você tem mais de 30 anos, sabe o que eu estou falando. Todo computador tinha capa de teclado, monitor, CPU. E esse mercado foi dominado por um cara visionário, que observando o senso comum soube aproveitar a oportunidade.

Aprender a observar tendências te abre portas para ser mais criativo e ser disruptivo.

5) Leia Mais Livros

“Criatividade é ao poder de conectar o aparentemente desconectado” William Plomer

Para abrir o seu leque de coisas desconectadas, leia sobre vários temas, principalmente temas que não falam diretamente com o que você está trabalhando. Se quiser ir mais a fundo, uma dica do livro “Hustle Economy”, leia o que ninguém está lendo, fuja do senso comum de novo. Você precisa ser mais interessante que a maioria, então não adianta ir com a maioria. Leia sobre tudo. Diversifique. E a melhor forma de estar exposto a vários assuntos é aprendendo a ler mais.



Com essas 5 dicas você pode ser mais criativo no trabalho e na vida pessoal. Questione seus hábitos e, principalmente, suas crenças em relação a sua própria criatividade. Porque o mundo está esperando a sua próxima criação!

Melhore o cérebro questione seus hábitos
 

Referências Vídeos

 

Ler mais livros é compartilhar conhecimento.


Se você curtiu, compartilhe a página com os seus amigos e siga-nos nas redes sociais (Instagram e YouTube)


27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page