top of page

Torne sua vida mais PRODUTIVA, CRIATIVA E INTENCIONAL

Por que resoluções de ano novo não funcionam?

A virada do ano é um momento bom para fecharmos alguns ciclos e começarmos outros. É um momento simbólico onde esquecemos o que não conseguimos finalizar e fazemos as novas resoluções. Mas essas metas são como a Megasena, fazemos todos os anos e nunca dá certo. Mesmo assim, acreditamos que iremos conseguir.

Questionadores Resolução Ano Novo

Por muito tempo, fiz minhas metas do ano. Chegava a desenhar em post-its e deixar colado no meu guarda roupa. Todo ano batia algumas e não completava a maioria. Nos últimos anos acabei esquecendo isso e foram anos produtivos.


Mas esse ano resolvi questionar: por que as resoluções de ano novo não funcionam?


Um dos motivos é que o nosso cérebro é muito ruim em analisar impactos de longo prazo. O nosso cérebro primata é imediatista, ele age pensando na consequência imediata. Por isso é tão difícil manter uma alimentação saudável, não conseguimos ver o benefício de trocar o bolo de chocolate pelo iogurte natural. O bolo dá muito mais prazer agora.


O mesmo acontece com as resoluções. Não conseguimos enxergar o final do ano. Metas que só saberemos os resultados em 2022 não nos motiva a perseguir, ainda estamos no começo de Janeiro. Mas quando nos damos conta já terminou o ano e nada da meta.


Outro motivo é FOCO. Queremos ter sucesso em todas as áreas da vida. Queremos ler mais, queremos ter uma promoção no trabalho, queremos viajar 3 vezes no ano, queremos ter mais tempo com nossos filhos, queremos escrever um livro (quem sabe não inspirei alguém aí). Temos dezenas de resoluções e isso é um problema. Sem foco, não sabemos o que priorizar. Como disse já disse, não sabemos priorizar. Quanto mais opções tivermos, mais perdidos ficamos.

Questionadores Stress para o cérebro

Por último e mais contraditório: Precisamos de STRESS. O termo sempre usado de forma negativa é um combustível essencial para a nossa motivação. Assim como nossos músculos precisam ficar estressados para crescer, a nossa mente também precisa. Se nossas resoluções não tiverem aquela pimenta, aquele toque de desafio, acabamos desistindo da meta.

Como então eliminar esses três pontos das resoluções desse ano?


Primeiro, pense nessa visão de longo prazo (um ano) é importante como norte, não como ponto de chegada. Partindo daí, quebre em metas de 30 dias. Conforme comentei no post “O que aprendi escrevendo um livro em 30 dias”, um mês é um tempo ideal para nos comprometermos com algo. É tempo suficiente para produzirmos algo. 30 dias também é um bom tempo para termos no radar, é curto o suficiente para o cérebro primata entender que será recompensado. Quatro semanas! Você consegue ficar sem comer um bolo!


Segundo, foque em uma meta por vezes. Depois de quebrar todas as metas anuais em metas de 30 dias, selecione aquilo que é importante. Selecione apenas 12 metas. Uma meta por mês. Não tente abraçar o mundo. Pegue aquelas que irão fazer maior diferença na sua vida.


Trabalhe focado nessa única meta dos 30 dias. Quando acabar, você não precisa seguir as 12 selecionadas. O mundo muda, sua cabeça muda, suas prioridades mudam. Seja flexível. Selecione a próxima grande meta! Essa é a beleza. Você não está comprometido a chegar ao ponto que definiu dia 31 de dezembro de 2020, você só precisa ir para frente, EVOLUIR. Lembre-se que a resolução anual é apenas um norte.


Questionadores Leia 4 livros no mês

E por último, se desafie. Temos o costume de subestimar a nossa capacidade e, principalmente, o poder do cérebro. Em 30 dias, consegui criar o hábito de exercícios diários, consegui memorizar 52 cartas, consegui escrever e publicar um livro. Acredite! Você pode fazer mais do que imagina. Mas precisa se desafiar. Não se comprometa a ler 10 livros no ano, leia 4 no próximo mês.


Foco, motivação e resultados de curto prazo irão te ajudar nas resoluções de ano novo. Mas, claro, nada disso servirá se você não sentar TODOS OS DIAS e fazer a droga do trabalho! Sair do planejamento e partir para a ação!


Questione-se! Desafie-se! E bora para a ação!

 

Post Relacionados:

 

Livros para os questionadores


Ler mais livros é compartilhar conhecimento.Se você curtiu, compartilhe a página com os seus amigos e siga-nos nas redes sociais (Instagram e YouTube)


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page