top of page

Torne sua vida mais PRODUTIVA, CRIATIVA E INTENCIONAL

Assuma o controle do cérebro primata

Levamos milhões de anos para evoluirmos o nosso cérebro ao estado atual. Porém como mostra Daniel Kahneman no brilhante livro “Rápido e Devagar”, ainda carregamos muita coisa dos nossos parentes primatas e isso é mindblowing.


Melhorar o cérebro Assuma o controle

Primeiro, porque derruba toda a premissa do homem racional da teoria econômica tradicional e adoramos quando grandes verdades são derrubadas (pega essa paçoca Adam Smith!). Segundo, nos faz questionarmos a nossa própria racionalidade e todo o nosso processo decisório.


Kahneman separa o cérebro em 2: um rápido e primitivo, onde as decisões são quase instintivas, sendo assim pouco racionais. E outro mais lento e racional, onde envolve todo o pensamento crítico e lógico. Adivinha qual dos dois utilizamos com mais frequência? Acertô Mizeravi!


Quando você percebe que coexiste com um cérebro primitivo algumas coisas começam a fazer mais sentido quando pensamos no nosso comportamento e nas nossas decisões.

“O mundo faz menos sentido do que pensamos. A coerência vem na forma como a nossa mente funciona” Daniel Kahneman

Antes de mais nada, precisamos agradecer esse “homem primata” que existe em nós. Sem ele não teríamos chegado até aqui. Foi graças à capacidade de tomar decisões rápidas que conseguimos sobreviver aos ataques de predadores e conseguimos agir em bandos para se tornar o topo da cadeia alimentar.

Melhorar o cérebro Viés cognitivo

Porém, esse espírito de sobrevivência pode estar nos atrapalhando hoje em dia, principalmente porque no processo de tomar a decisão de forma rápida, o nosso cérebro usa “atalhos mentais” (heurísticas) que em alguns casos podem gerar erros, conhecidos como “Vieses cognitivos”.


Um dos erros mais comuns e um dos piores é o viés do STATUS QUO. Temos uma tendência natural de querer que as coisas sem mantenham da mesma forma, sempre. Odiamos mudança! Por que? Porque é perigoso. Pense na época onde não tínhamos lugar fixo para morar. A cada nova “mudança”, nossos parentes caçadores precisavam fazer o reconhecimento da área, procurar novas fontes de alimentos e acima de tudo, como se proteger. Muitos não conseguiram com sucesso essa última e primordial tarefa. Os que sobraram, aprenderam que era perigoso mudar.


Com a revolução agrícola, como muito bem colocado por Yuval Harari, no livro “Sapiens”, o homem trocou uma alimentação rica por “segurança”. O homem abraçava de vez o status quo. Aprendemos que a melhor forma de ter previsibilidade é tendo o controle das coisas. E ter o controle virou a nossa obsessão! Queremos ter o controle de tudo, da colheita, da vida dos animais, do clima, do tempo até da vida dos outros. Talvez por isso gostamos tanto da TV, por que ela vem com um CONTROLE! Olha só... é muito poder!

Melhorar o cérebro Medo do imprevisível

O lado negativo, paralisamos quando não temos controle. Temos pavor quando as coisas saem do controle. Temos medo de abraçar a imprevisibilidade. Adoramos a frase “Em time que está ganhando não se mexe” ou a clássica do mundo corporativo “A gente sempre fez isso dessa forma aqui”.


Esse medo do novo nos leva a outro viés, do EFEITO DA ADESÃO, o famoso efeito manada. Pelo receio de ir para algum lugar perigoso, preferimos ir em grupo. Melhor se ferrar em conjunto do que sozinho. É um pensamento que parece instintivo, porque é mesmo. Aprendemos a caçar em bandos. Porque você acha que somos mais corajosos em grupos, em torcidas organizadas, em protestos? Somos seres coletivos.


Isso torna muito mais difícil sair do padrão. Primeiro por segurança e depois pelo risco de ser “excluído” do grupo. Imagine ter que caçar sozinho? Não iremos durar nem um dia. Imagine ficar de fora da discussão da série mais balada do Netflix? Jamais!


Entender como nosso cérebro funciona é um grande passo. Passamos muitos séculos sem compreender. Mas a grande diferença é conseguir responder a esses impulsos. Parar de usar o cérebro rápido, respirar e tomar decisões com o cérebro devagar.


De novo, as sensações e sentimentos não estão sob nosso controle, a única coisa que controlamos é a nossa resposta a eles. Então comece a questionar se seus medos são produtos da sua mente primitiva e assuma o controle com a sua mente racional.


Não é um caminho fácil, mas é o caminho da evolução!

“Pensar é o trabalho mais difícil que existe. Talvez por isso tão poucos se dediquem a ele.” Henry Ford
Melhorar o cérebro Caminho da evolução
 

Posts relacionados:

 

Livros para os questionadores


Ler mais livros é compartilhar conhecimento.

Se você curtiu, compartilhe a página com os seus amigos e siga-nos nas redes sociais (Instagram e YouTube)

57 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page